terça-feira, 20 de março de 2018

Conto "CANÇÃO MÁGICA" alunas da Afonso


CANÇÃO MÁGICA
Conto desenvolvido  pelas alunas Isabelle e Kamila do 6° Ano nas aulas de Língua Portuguesa da professora Lucélia Lummertz da Rocha.
            Havia uma menina chamada Lua, que morava com seu pai, uma amante da música. Seu pai estava ficando se condições financeiras e mandaria sua filha para junto de sua mãe. Ele deu um violão e uma letra para a filha que logo partiria.
Ao chegar à nova casa, percebeu que a cidade era muito pequena e poderia demorar em se acostumar com tudo aquilo.
No outro dia pela manhã, foi ao seu primeiro dia de aula, deram a ela um livro extenso com regras e a pior de todas era não poder tocar nenhum instrumento musical, assim não poderia tocar o violão de seu pai, nem a música nova que queria aprender. Por isso no segundo dia de aula, logo pensou. 
- Hoje não irei à escola e ficarei em casa, sem a permissão de minha mãe, tocando a nova canção.
Ao tocar a 1ª estrofe da música. Foi para um mundo diferente, onde encontrou um violão que dizia: - Estou sem minha palheta, podemos ajudar? Deve estar perto daquela árvore.
Então a menina foi procurar sem reclamar. Após encontrar a palheta, o violão voltou a tocar feliz. Bem na hora senhor Steve gritou:
- Quem ordenou que você devolvesse a palheta para esse maldito violão?
A menina assustada respondeu ao senhor:
- Desculpe, não tive a intenção de desobedecer, apenas quis ajuda.
Então o senhor Steve novamente disse:
- Por você ter feito isso agora deverá pagar, irá lavar todas as minhas roupas, todos os dias.
Passaram-se três semanas. A garota esgotada decide fugir, mas para isso precisaria de ajuda. Quando terminou de lavar as roupas do senhor Steve, resolveu falar com o violão. Então logo foi dizendo:
- Não agüento mais essa vida, preciso ir embora. Ajude-me a encontrar minha letra?
Um pouco sem entender o violão aceitou ajudar, pois a menina estava passando por tudo aquilo por sua culpa.
Para tudo dar certo, precisava de um bom plano. Fizeram mais ou menos assim:
A menina virou a noite lavando a roupa do Steve. Na manhã seguinte foi procurar a letra de seu pai, quando a encontrou pediu ao seu amigo violão que tocasse a 2ª estrofe, e assim contou o que havia acontecido quando retornou. A mãe não acreditou, apenas quando viu que o violão estava tocando sozinho.
E assim a música voltou a reinar na cidade.

FIM......

Parabéns Professora Celinha pela iniciativa e Parabéns principalmente as alunas que fizeram este belíssimo conto.

Solos e rochas da nossa região – I Mostra de Trabalhos da escola Afonso

          Recebemos em nossa escola no dia 04 de dezembro/12 a geóloga Flávia Fernanda Lima, representante do consórcio Geoparque, a convi...