segunda-feira, 21 de maio de 2018

Projeto Rádio escola todas as sextas Feiras.


Como é de costume nossa escola está todas as sextas feiras apresentando o Programa na Rádio Raízes, envolvendo Professores, Professor Ricardo coordenador, alunos e todos os seguimentos da comunidade escolar.
Nesta sexta feira, dia 18 de maio os alunos: Antônio Brocca, Natália, Everson e Brenda apresentaram os seguintes assuntos:
Texto em homenagem as Mães - Dia Internacional da Família -  A história da Matemática desenvolvida em sala de aula através de quadrinhos pela professora Beth; - Na área da saúde falou se sobre: Fungos – doenças; Já fizeram o convite para a Festa Junina da escola que será realizada no dia 22 de junho/18; - Geoparque e a enchente de 1974 história de Nossa Senhora de Fátima Padroeira da comunidade de cambraia – A blitz da Mochila uma atividade desenvolvida na escola Afonso pelas estagiárias: Rosilene Carlos Selau e Natália Selau; Por último foram homenageados os aniversariantes da semana.

SER MÃE
TEXTO Sadi  Marta Brocca
Iniciamos com a pergunta O que é Ser Mãe?
A dimensão desta palavra tão pequena é quase infinita, pois sua vida transforma-se, modifica-se e passa a tomar um novo rumo, um novo conceito devido suas mudanças. Acontece que quando a mulher resolve ser mãe ela passa a abrir mão da sua liberdade, de cuidar do seu eu para dividir com os filhos.  Sua privacidade, seus outros desejos e necessidades pessoais deixam de ser prioridade e passam para segundo plano.
Ser mãe é ter que conciliar trabalho, vida doméstica, cuidar do filho por ser ele todo dependente; é não ter hora para acordar, para dormir; é ficar atenta a todas as necessidades do filho: alimento, higiene, saúde, educação, segurança, entre outros.
Ser mãe é preparar o crescimento e desenvolvimento do filho para enfrentar o mundo, prepará-lo para a vida independente. Saber desenvolver conceitos sociais, direitos a sociabilidade e outros direitos fundamentais. Ser mãe é mostrar os caminhos corretos, orientar, apoiar nas suas lutas e incentivar a lutar para vencer.
Quando nos referimos a estes princípios não nos referimos apenas a figura materna, mas também uma divisão de funções com o pai, pois o mesmo tem por obrigação participar ativamente em todo este processo de preparação da criança para a vida adulta e sua independência familiar, sem esquecer de regar ou estimular a manter os laços familiares.
Ser mãe é tornarem-se duas pessoas numa só, pois temos que estar parte nossa sempre amparando, quase como grudados para manter uma linha no horizonte da vida com objetivos, projetos e sonhos que o filho almeja, e lhe ensinar a aprender o que na vida nem tudo são vitórias. Haverão derrotas, quedas e aí ensinar a levantar e seguir.  






Nenhum comentário:

Postar um comentário